Como minimizar os impactos do Corona Virus nos negócios de sua empresa?

Impacto do Corona Virus nos Seus Negócios

A pandemia de Corona Virus terá impactos negativos a todos os setores da economia e não será diferente para micro e pequenas empresas.

As precauções para se evitar grandes aglomerações e assim diminuir a transmissão do corona vírus são válidas, claro. Entretanto a forma como estas precauções foram divulgadas, pela imprensa, causou medo na população.

E o medo causa uma “paralisia” das pessoas e, no que tange ao consumo de produtos ou serviços, que não sejam essenciais, provavelmente este “medo do corona virus” causará paralisia parcial e temporária no consumo.

A grande maioria das micro e pequenas empresas vive de seu movimento diário. Suas vendas de produtos ou prestações de serviços. O Fluxo de Caixa é sustentado pela entrada constante de dinheiro e pagamentos diários de contas.

Em geral, elas não mantém caixa suficiente para se manterem sem vendas por muitos dias.

Sendo assim, os empreendedores devem traçar estratégias para o enfrentamento desta situação com o objetivo de prevenir ou diminuir os impactos da pandemia nos seus negócios.

Primeiramente, mantenha-se informado do assunto diretamente de Instituições Governamentais. Evite sites de imprensa com manchetes incendiárias ou correntes de Facebook ou WhatsApp. Adquira informações relevantes e de fontes confiáveis apenas. Acesse o Site do Ministério da Saúde ou da Secretaria de Saúde de seu estado (Busque no Google por “Secretaria da Saúde XX”, como código do seu Estado (SP, RJ, MG, etc)

Descrevo aqui algumas sugestões do que fazer neste momento, para que sua empresa não sofra muito durante este período em que enfrentamos o tal de Corona:

Fluxo de Caixa – Proteja seu Dinheiro

Proteja seu dinheiro durante a pandemia de Corona Virus

  • Em primeiro lugar, proteja seu dinheiro. Não realize investimentos (como reformas, compras de móveis, máquinas, etc) a não ser que sejam essenciais. Investimentos deste tipo demoram para trazer resultado financeiro para a empresa. Espere que até a epidemia comece a demonstrar enfraquecimento.
  • Na medida do possível, implante ações que pelo menos mantenham o fluxo de entrada de dinheiro em sua empresa, mesmo que com baixa ou nenhuma margem de lucro. E, na mesma proporção, tente manter seus pagamentos em dia.

Criatividade Durante a Crise do Corona Virus

Criatividade para combater a crise do Corona Virus

É momento de sermos criativos, criarmos alternativas temporárias para que nossos negócios se mantenham funcionando e mantenham o bom relacionamento com clientes.

  • Empresas que recebem por mensalidade (como academias, por exemplo) estão mais protegidas neste momento. Se houver a necessidade de uma paralisação, por conta do Corona Virus, ofereça vantagens para seus alunos e clientes. Por exemplo, a extensão do período de validade da matrícula ou da assinatura pelo tempo que sua empresa tiver de ser paralisada.
    • Ofereça abono de faltas, para clientes que prefiram não frequentar seu estabelecimento e uma forma de compensação disso, após a epidemia.
  • Para empresas que dependem de vendas diárias (como restaurantes e lojas de varejo), aposte em oferecer conveniência para os clientes existentes. Entre em contato com eles, ofereça possibilidade de compra ou consumo com delivery ou até mesmo serviço leva-e-traz, como lava-rápidos ou oficinas mecânicas. Se as pessoas estão com medo de sair às ruas, ofereça alternativas para elas.
  • Empresas que vendem serviços realizados no cliente (seja em residências ou empresas), como limpezas, restaurações, manutenções, consertos, etc. poderão sofrer com adiamentos dos serviços até que o assunto Corona Virus passe.
    • Avalie o que sua empresa pode fazer que evite contato direto com os clientes, por exemplo, iniciar o trabalho de forma localizada na casa do cliente (ao invés de trocar todo o piso da casa, comece pelo quintal).
    • Avalie se há alguma parte do trabalho que pode feito na sua empresa, ao invés do local do serviço. Por exemplo, retire o que precisa de manutenção (equipamentos, máquinas, eletrodomésticos) e inicie o trabalho em outro local.
    • Aproveite a oportunidade para oferecer seus serviços para empresas que irão paralisar as operações, no caso de reformas, limpezas, restaurações etc. Ofereça a oportunidade para que elas realizem manutenções e, tal como você, não desperdicem o tempo de paralisação sem fazer nada.

Presença – Mantenha seus Clientes por Perto

Mantenha contato com seus clientes durante a crise do Corona Virus

Demonstre de forma clara, com todas as palavras, que sua empresa está absolutamente ciente da situação da pandemia de Corona Virus. Deixe seus clientes saber que você se importa, está pensando nisso e tomando medidas apropriadas, no que diz respeito ao seu negócio específico. Use o Marketing Digital para isso.

  • Mantenha-se conectado com seus clientes através das redes sociais, site e WhatsApp. Deixe-as cientes de que você está por dentro da situação e que sua empresa está agindo de forma correta durante esta fase de combate ao Corona Virus.
  • Comece a pensar em estratégias de promoção para lançar no final da epidemia, para que seus clientes voltem até sua empresa o mais rápido possível. Ofereça vantagens, descontos, envie convites para os principais clientes. Não passe este período sem ter contato com seus clientes atuais.
  • Mantenha os seus clientes constantemente informados sobre sua empresa. Informe horários de funcionamento, informe dias de paralisação, medidas preventivas que estão tomando.

Pegar Capital de Giro de Bancos? (CUIDADO)

Embora haja uma tendência de que os bancos segurem o crédito, por temor de inadimplência, muitas empresas pequenas têm Capital de Giro pré-aprovado, disponível com um clique no site do banco.

A tomada de empréstimo, neste momento, só deve ocorrer em caso extremo de falta de dinheiro causado  – APENAS POR – queda do movimento associada às medidas de contenção do Corona Virus.

Em outras palavras, se sua empresa ficar sem dinheiro por causa da crise, um capital de giro poderá auxiliar na manutenção das contas e você poderá pagar este empréstimo na retomada do movimento depois da crise.

Não tome decisões de tomada de empréstimo sem fazer uma avaliação CRITERIOSA. Não é hora de tomada de decisões erradas, motivada por pânico e que podem gerar enormes aborrecimentos financeiros no longo prazo.

Não fazer:

  • Novamente, proteja seu dinheiro. Se perceber uma queda no seu movimento, não tente reverter isso agora gastando dinheiro com promoções em Google ou Redes Sociais. Não vai funcionar porque muitas pessoas irão evitar consumo por causa de saúde, não por causa de preço. Não faça investimentos em propaganda.
  • Não force a barra: clientes que cancelem ou adiem serviços não podem ser tratados com hostilidade. Demonstre que sua empresa entende a posição dele e que estará disponível assim que o assunto Corona Virus passar.
    • Igualmente, mantenha contatos periódicos, para avaliar o momento em que o cliente estará disposto a retomar o assunto e realizar os serviços que você oferece
  • Se você tem campanhas de publicidade em andamento, com objetivo de captação de novos clientes, interrompa-as imediatamente. Não desperdice dinheiro com isso neste momento. Retome as campanhas assim que a epidemia demonstrar que está diminuindo.

Coragem e Serenidade

Não é momento de desespero e não, o mundo não vai acabar. Teremos semanas difíceis a frente e a melhor forma de enfrentarmos isso é tomando ações preventivas e – principalmente – cuidando do dinheiro de sua empresa de forma firme. É momento de “mão fechada” para gastos desnecessários.

Aposte fortemente em comunicação com seus clientes. Esteja presente na vida deles através das redes sociais e do WhatsApp. Isso ajudará a trazê-los de volta mais rapidamente, após o final desta crise.

Vamos em frente!

 

 

Compartilhe:
Avatar

Autor: César Cremonesi

Graduado em Engenharia pela UNICAMP, conta com vasta experiência em Gestão Empresarial, Plano de Negócios e Consultoria para Pequenas e Médias Empresas. Acumulou grande experiência como empreendedor nos ramos de internet, alimentos orgânicos industrializados. Foi fundador e diretor da marca de moda feminina XTORM, com lojas em Shopping Center de São Paulo. Em 2015 passou a atuar exclusivamente como Consultor Empresarial na Região de Campinas, SP, com clientes nas áreas de franquias, internet, autocenter, atacado e indústria. Em 2003, foi premiado no I Fórum de Projetos Sustentáveis da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP).